FELIZ 2016

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

PEDIDO DE SOCORRO: AOS MORADORES E AUTORIDADES DE DONA INÊS ;



Pedido de socorro a população de Dona Inês, em prol do Projeto A Resgate De Uma Alma. Queremos salientar a atenção do nosso Prefeito Antônio Justino, e demais autoridades do nosso município para a vida de Dedé, este pobre jovem que está escravizado pelo álcool. Ele se encontra aqui na casa do Pr. Richardson, já jantou e está dormindo. Pedimos o apoio de todos que se sensibilizaram com este pedido de socorro, entre em contato conosco pelos fones: 
Pr. Richardson (83) 8115-0122
Ir. Jonathan (83) 8136-6906

Hoje logo após o culto de ensinamento da palavra saímos em diligência, pela cidade de Dona Inês, e encontramos ele jogado na rua, com frio, fome, passando todas as necessidades possíveis. A qual junto com sua família o tiramos ali daquele lugar, e agora está dormindo em paz na casa do Pastor.
Veja o Vídeo!!!

Do Ivan Filmagem 

Vídeo em que Ricardo diz estar preparado para enfrentar Cássio ;


O governador da Paraíba Ricardo Coutinho fez uma declaração surpreendente e que deve mudar os rumos da aliança PSDB/PSB, iniciada em 2010. Nesta manhã, antes do encontro com os 223 prefeitos dos municípios paraibanos com ministros de Dilma, Coutinho disse que está pronto para enfrentar Cássio Cunha Lima em 2014.

Veja o vídeo: 

terça-feira, 24 de setembro de 2013

Fraude para criar partido usa até nome de chefe de cartório

Chefes de dois cartórios eleitorais da Grande São Paulo acusam o Solidariedade, novo partido organizado pelo deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), de falsificar suas assinaturas para engordar as listas de apoio apresentadas pela sigla à Justiça Eleitoral.

"Há centenas de assinaturas grosseiramente fraudadas, a minha entre elas. Perguntei a um representante como eles coletam assinaturas. Ele disse que era uma empresa que fazia. É a indústria do partido novo", disse à Folha Helder Ito de Morais, chefe de um dos cartórios de Osasco.

Ontem, o Ministério Público Eleitoral pediu que a Polícia Federal abra inquérito para investigar as irregularidades apontadas em Osasco e outras suspeitas de fraude no recolhimento de assinaturas de apoio à criação do Solidariedade. Caso semelhante ocorreu em Várzea Paulista.

A sigla tem até a semana que vem para obter o registro a tempo de participar das eleições de 2014. Em negociações avançadas para atrair cerca de 30 deputados, o Solidariedade tende a atuar na órbita do senador Aécio Neves (PSDB-MG), provável candidato dos tucanos à Presidência.

Em parecer enviado ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral), o vice-procurador-geral eleitoral, Eugênio Aragão, afirma que as suspeitas sobre o Solidariedade "podem demonstrar a ocorrência de fraudes em massa no Estado de São Paulo, o que poderia comprometer, irremediavelmente, o registro do partido".

À Folha Aragão disse que o TSE precisa examinar as acusações antes de julgar o pedido de registro, o que está previsto para hoje ou quinta-feira. "Minha posição é que há fatos muito graves que são, hoje, impeditivos para que se aprove o pedido de registro do partido", afirmou.

Entre as suspeitas que pesam contra o novo partido está a de que o Sindilegis (Sindicato dos Servidores do Poder Legislativo Federal) tenha fornecido ilegalmente, a base de dados com seus cerca de 11 mil filiados para que seus nomes fossem usados como apoiadores do Solidariedade, caso que já está sendo investigado pelo Ministério Público e pela Polícia Federal.
Há ainda um cartório em Suzano, também em São Paulo, que chamou, por amostragem, 46 eleitores para confirmar a autenticidade das assinaturas. Todos negaram ter apoiado o novo partido.

Aragão assumiu há alguns dias o cargo. Antes, dois pareceres do Ministério Público haviam opinado pela aprovação do Solidariedade, posição que Aragão não ratificou.
O Solidariedade é um dos três partidos políticos em processo final de criação na Justiça Eleitoral, ao lado da Rede Sustentabilidade da ex-senadora Marina Silva e do PROS (Partido Republicano da Ordem Social).

OUTRO LADO
O advogado Marcílio Duarte, que preside o Solidariedade, disse que não tinha conhecimento dos casos relatados pelos chefes dos cartórios, mas afirmou que eles representam parte irrelevante do total de fichas apresentadas.

Disse também achar "estranho" que Aragão tenha conseguido localizar esses casos em um processo com 15 mil páginas. "Duvido que ele tenha lido os 49 volumes em três dias", afirmou.

A defesa do Solidariedade argumenta que o processo não pode ser suspenso com base em apurações sobre nomes que nem chegaram a entrar no pacote com cerca de 520 mil assinaturas de apoio certificadas pelos cartórios eleitorais e entregues ao TSE.

A lei exige o apoio de pelo menos 492 mil eleitores. Os organizadores do Solidariedade dizem ter obtido cerca de 1 milhão de assinaturas e dizem que é normal que apareçam problemas em algumas.

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

NOSSA RODOVIA PB 103, NOSSOS DEPUTADOS FOI NOSSA ESCOLHA.,


Todos o 6 Deputados que foram apresentados pelas nossas lideranças para supostamente defender os interesses do povo de Dona Inês. mas até agora nem uma ação ou algo parecido; Eva Goveia do prefeito, Olenka Maranhão, Raniery Paulino, pela oposição da época, Edmilson Soares por Uliana, Ricardo Marcelo por Damásio Berto e Léa Toscano por Napoleão.
Todos ele trouxeram, apresentaram os candidatos fizeram discurso em palanque o povo acreditou e votou, isto vem sendo assim desde muito tempo, mas o verdadeiro erro está em votarmos por meio de atravessadores, temos a oportunidade de escolher, mas deixamos que os outro traga qualquer coisa.
por isso é hora de mudamos de comportamento e escolher por nossa própria conta, mas isso para podermos erra menos temos que gostar de ver informações dos parlamentares, se não fizermos vamos continuar no mesmo erro de sempre.
Nossa única rodovia PB 103 está há muito tempo precisando de uma total recuperação, mas nossos parlamentares nada se moveram para isso, já o projeto da PB que liga Dona Inês a Bananeiras que está por vir, nasceu de uma ampla mobilização popular e ganhou força no Orçamento Democrático Estadual graças a sensibilidade do Governador Ricardo Coutinho, mas muito Cuidado com os futuros mentirosos  de 2014, pois não duvide que vai ter quem queira ser o pai da obra.
Se você eleitor-cidadão continuar votando do mesmo jeito, em pessoas que os outros trazem, sem nem um compromisso com nosso povo, vai continuar assim, você decide se muda ou fica na buraqueira.

ABAIXO VEJA A VOTAÇÃO DE CADA DEPUTADOS (a) NAS ELEIÇÕES DE 2010 EM DONA INÊS:
EVA GOUVEIA
 Eva Gouveia PSD (2.185 votos)
RANIERY PAULINO
 Raniery Paulino PMDB (1.560 votos)
OLENKA MARANHÃO
 Olenka Maranhão PMDB (627 votos)
LÉA TOSCANO
 Lea Toscano PSB (217 votos)
EDMILSON SOARES
 Edmilson Soares Antes PSB-hoje PEN (203 votos)
RM
 Ricardo Marcelo Antes PSDB-hoje PEN (191 votos)
23-7-13_JG Domiciano
Domiciano Cabral DEM (28 votos)
FREI ANASTÁCIO
Frei Anastacio PT (23)
TOINHO DOD SOPÃO
Toinho do Sopão Antes PTN-hoje PEN (22 votos)
BRANCO MENDES
Branco Mendes Antes DEM-hoje PEN (20 votos)
TIÃO GOMES
Tião Gomes PSL (17 votos)
HERVÁSIO BEZERRA
Hervazio Bezerra PSDB (16 votos)
Manoel Ludgerio PDT (13 votos)
Luciano Cartaxo PT-Hoje Prefeito de João Pessoa (13 votos)
TROCOLLI JR.
Trocoli Junior PMDB (12 votos )
290212_SSord_Mesa (4)
Arnaldo Monteiro PSC (11 votos)
DANIELLE RIBEIRO
Daniela Ribeiro PP (11 votos)
GERVÁSIO MAI-A
Gevasio Maia PMDB (7 votos)
CAIO ROBERTO
Caio Roberto PR (6 votos)
21-2-13_JG ORDEM DO DIA  (44)
Iraê Lucena PMDB (6 votos)
André Gadelha PMDB Hoje Prefeito de Sousa (5 votos)
Dunga
Carlos Dunga PTB (4 votos)
DODA DE TIÃO
Doda de Tião Antes PMDB Hoje PPL (3 votos)
DEP. WILSON BRAGA (14)
Wilson Braga Antes PMDB Hoje PEN (3 votos)
JOSÉ ALDEMIR
José Ademir Antes DEM Hoje PEN (2 votos)
575513_557875537596817_1522449264_n
Gilma Germano PPS (2 votos)
JANDUHY  CARNEIRO
Junduhy Carneiro Antes PPS Hoje PEN (1 voto)
ANÍSIO MAIA
Anisio Maia PT (1 voto)
1-2-13_JG POSSE DA 2ª MESA DIRETORA DA ALPB (41)
Lindolfo Pires DEM (1 voto)
Guilherme Almeida PSC Hoje licenciado. S.M.A.Prefeitura de C.Grande (1 voto)
Fonte: TRE-PB

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

Exame nega que menor de 12 anos estuprada em Dona Inês-PB esteja grávida ;

O caso da menor de 12 anos  de idade, supostamente estuprada pelo primo na cidade de Dona Inês-PB, no Curimataú paraibano, teve uma reviravolta no início desta semana, depois que outro exame, feito na capital, constatou que a menina não está grávida.
A informação só veio à tona na manhã desta quinta-feira (19), quando a menor foi levada por parentes ao Hospital Candida vargas, em João Pessoa-PB, para dar início ao seu Pré-natal.
De acordo com o pai da menor, diante do resultado do exame, a médica disse que a sua filha nunca teve nenhum sinal de gravidez. Ele disse ainda que o resultado do novo exame deixou todos abismados, e que toda essa situação está fazendo a sua família sofrer muito.
A nossa equipe também foi até o Hospital Benjamim Gomes Maranhão, de Dona Inês-PB, para conversar com a direção. Em entrevista ao repórter Juka Martins, a Secretária de Saúde do município, Tarciana Lucena Nunes, disse que o que aconteceu é normal nos dias atuais, pois o exame Beta HCG e nenhum outro, garante em 100% o resultado, seja ele positivo ou negativo.

A informação dando conta que a menina estava grávida veio à tona no dia 30 de agosto, deste ano, quando a mesma passou mal e foi levada ao hospital da cidade para se submeter a exame médico. Na oportunidade, ela fez um exame de sangue, o Beta HCG, que constatou que a menor estava grávida. Clique aqui e entenda o caso.
Reportagem: Juka Martins, com Imagens de Edu Chaves

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

QUEM DISSE QUE O CRIME NÃO COMPENSA ? AQUI NO BRASIL, PARA ALGUNS SIM !!!

STF julgará de novo 12 réus do mensalão
Ministros devem analisar embargos infringentes só no ano que vem. Recurso serve apenas para condenações que tiveram pelo menos 4 votos favoráveis ao réu.


Como poderiam ficar as penas se réus obtiverem absolvições após análise dos embargos infringentes no mensalão (Foto: Editoria de Arte / G1)

REPERCUSSÃO

As manchetes desta quinta (19/09/2013):

Globo: A justiça tarda: STF mantém impunidade de mensaleiros até 2014
Folha: Supremo decide julgar de novo parte dos crimes do mensalão
Estadão: STF decide por novo julgamento e conclusão fica para 2014
Correio: Aos vencedores, a pizza
Estado de Minas: Prorrogação
Zero Hora: Mensalão, o retorno
Brasil Econômico: Leilão de Libra atrai asiáticas e europeias






quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Família carente da zona rural de Bananeiras-PB precisa de ajuda; casal tem filhos especiais

Uma família residente há 22 anos no Angelim, zona rural de Bananeiras, no Brejo da Paraíba, está passando por dificuldades. Com alguns problemas de saúde, o casal Manuel Bento Salvador e Irene Matias Salvador não tem condições de trabalhar. Ele tem dois filhos especiais (surdos-mudos) talentosos na arte do desenho e são orgulho dos pais. Atualmente, a família sobrevive de doações.
A mãe dos adolescentes, Mateus Matias Salvador, de 18 anos de idade, e André Matias Salvador, de 21 anos, se emociona quando fala da situação que vive hoje em dia. Ela disse que passa por muita necessidade, mas sempre tem almas caridosas que se sensibilizam com as dificuldades e a ajuda da forma como pode. Porém, a dona de casa nunca desanimou pela vida que leva, porque acha que Deus tem um propósito de vida para sua família.

Na casa dos bananeirenses, uma residência simples sem muito conforto e com pouquíssimos móveis, apenas há o necessário para viver como fogão já bem usado, mesa pequena, camas, sofá de uso bem avançado e cadeiras (cinco), no entanto tudo muito limpo. Por outro lado, em se tratando de produtos da cesta básica quase não há para eles realizarem as três refeições do dia a dia.

Ao entrar na pequena residência se impressiona com a grande quantidade de desenhos expostos no primeiro cômodo da casa e todos pendurados por um cordão na parte mais alta da parede, já bem próximo aos caibros. Todos feitos por Mateus Matias. Outros, ele guarda com muito carinho em sacolas plásticas. Quem chega por lá, o garoto tem o prazer de mostrá-los. A felicidade se ver expressivamente visível em seu rosto de suas criações. 

A mãe dos jovens disse que desde criança que ambos sempre gostaram de desenhar. Já aos seis anos de idade, o caçula começou rabiscar no chão e não parou mais. Papeis e lápis são todos adquiridos através de doações, porque a família não tem condições de comprá-los. Quando não há o rapaz fica muito impaciente.

“Tentei colocá-los em uma escola especial, no entanto na época a prefeitura de Bananeiras (administração anterior) chegou ainda a nos levar à Fundação de Apoio ao Deficiente (Funad), em João Pessoa, mas isso durou pouco tempo”, esclareceu.

Ela contou também que acordava às 4h da madrugada para ir com os filhos até o engenho de onde esperava o carro da prefeitura para se deslocar até a fundação. Chegava por lá ás 8h e retornava por volta das 11h. Tinha dias que o veículo não aparecia e ela retornava pra casa com filhos. Terminou a dona de casa não indo mais por falta de transporte. 

Mesmo assim a mãe dos jovens não desistiu e os colocou na escola normal próxima de sua casa, no Grupo Municipal Antônio Coutinho de Medeiros. Eles ainda frequentaram por três anos. Nesse tempo, os adolescentes ficaram como ‘ouvintes’, já que a professora não tinha domínio da linguagem de surdo-mudo e tão pouco cujos garotos tinham conhecimentos. No entanto, o jovem de 18 de idade ainda aprendeu – não se sabe como, a escrever como se ver nos desenhos dele. 

Em um momento, Irene confessou que às vezes os filhos pedem algo que ela não tem como dá-los. Eles não entendem a situação. “Um deles chegou a mim pedir um tênis, coisa simples mas para a gente é muito difícil. Ambos nunca chegaram a pôr um calçado nos pés. Outro dia tive de dividir ao meio a cortina de casa para fazer dois lenções pra eles”, contou emocionada. 

Além de Irene utilizar máscara constantemente em decorrência de problemas alérgicos, ela também é proibida de comer certos tipos de alimentos e usar alguns tipos de roupas, sem falar em outras doenças que há como osteoporose. 

Enquanto o marido dela, Manuel Bento, também tem problema de saúde. Há seis meses ele ficou depressivo. Segundo a própria mulher dele, foi após ele não conseguir liquidar uma dívida feita no comércio. “Ele chegou a mim dizer que a partir de agora agente ia tomar apenas água, porque não tinha dinheiro pra comprar o básico para se alimentar. Eu sempre digo pra ele que nunca podemos desanimar da vida, é preciso se agarra a Deus”, frisou.

A única renda da família é a aposentadoria do filho mais velho surdo-mudo, no entanto boa parte dele vai para a compra de remédios, que não são poucos. Nesse caso o que sobram para a alimentação e outras coisas básicas da casa são quase nada.


Fonte: Bananeiras online / cliquetudoonline

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Show das Odontólogas !

Estudantes de Patos-PB
VÍDEO: Estudantes de Patos-PB gravam hit "Show das Odontólogas" e viram sucesso no youtube
Um sucesso que virou hit na internet foi a música Show das Poderosas, interpretada pela cantora Anitta (Larissa Macedo). Na internet o vídeo já ultrapassou a marca com mais de 55 mil visualizações.

Sete estudantes do 2º Período do Curso de Odontologia da UFCG, Campus-Patos-PB, fizeram um vídeo com a paródia da música, Show das Poderosas da cantora Anitta. O vídeo foi gravado no dia (29/08) na cobertura de um edifício na cidade de Patos, e lançado no canal Youtube no dia (09/09).. O áudio foi gravado num aparelho de iphone na residência de Ruth Medeiros, também uma das dançarinas. O hit já teve mais de 60 mil visualizações no youtube.

O vídeo intitulado como Show das Odontólogas, já obteve mais de 62 mil visualizações até 17/09/2013.

Confira o vídeo:


São elas :Thyalle Laís, Tuanny Silvestre, Ruth Medeiros, Katianne Soares, Alana Azevedo, Izaneide Morais e Thacyanna Wanderley

Letra

PREPARA, que agora é a hora
do show das odontólogas
que limpam, restauram as cáries invejosas
que doem e incomodam, com a broca poderosa
que tira as cáries quando toca.

Prepara!
Se não está mais à vontade prevenção farei
quando começa a doer, você enlouquece eu sei
o exército é pesado, as cáries têm poder
ameaças, coisas do tipo, você vai:
Passar o dentifrício na escova
sem lavar antes de botar na boca
usa Bass Modificada ou outra
o importante é escovar, para o dente não cariar.

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

PRESIDENCIALISMO DE COLIZÃO. VOCÊ SABE O QUE É ?

Pesquisadores de Oxford apresentarão estudos sobre presidencialismo de coalizão.

 O modelo político em que partidos díspares se aliam para garantir a governabilidade – praticado no Brasil e outros países da América Latina, da África e da Europa Oriental – chamou a atenção de pesquisadores da Universidade de Oxford, na Inglaterra. Eles se dedicaram a estudar o chamado presidencialismo de coalizão. Os resultados dos estudos do Coalitional Presidentialism Projectserão apresentados no Senado nesta quinta-feira (19) em seminário com a participação de especialistas da universidade inglesa, da Universidade de Brasília e do Senado.
De acordo com o site oficial do projeto, os objetivos das pesquisas são identificar as ferramentas utilizadas pelos presidentes para governar com apoio de parlamentos multipartidários e avaliar como isso interfere na transparência e na prestação de contas à população.
Além da apresentação do projeto, durante o seminário serão promovidos debates sobre a experiência do presidencialismo de coalizão no mundo e no Brasil, e serão abordadas as pesquisas sobre o tema realizadas no âmbito do Senado Federal.
O seminário acontecerá no Interlegis a partir das 9h. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas antes do inicio do evento. Os debates serão transmitidos pela internet.
O evento é uma parceria da University of Oxford, Interlegis, Instituto Legislativo Brasileiro (ILB) e Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado (CE). Mais informações pelo telefone: (61) 3303-1861.
Agência Senado

Paraíba é o sétimo estado mais procurado em 2ª etapa do 'Mais Médicos';

Municípios da  Paraíba podem ter 26 novos profissionais atuando por meio do 'Mais Médicos'. Eles fazem parte dos 400 formados em instituições do Brasil que homologaram a inscrição na segunda etapa do programa do governo federal. Segundo dados do Ministério da Saúde, a Paraíba foi o sétimo estado mais procurado por médicos na fase que foi concluída na sexta-feira (13).
De acordo com o Ministério da Saúde, inicialmente 1.414 pessoas se inscreveram para a segunda etapa do 'Mais Médicos', mas apenas 400, ou 28,3% do total, confirmaram a participação.

Os 26 profissionais que se inscreveram para a Paraíba optaram pelas seguintes cidades:Cabedelo (5), Esperança (2), Santa Rita (8), Araruna (1), Boqueirão (1), Conceição (1), Itatuba (1), Pedras de Fogo (1), Pilar (1), Pilões (1), Pocinhos (1), Puxinanã (1), São Francisco (1) e São José de Piranhas (1).

A quantidade de médicos que confirmaram a inscrição para cidades paraibanas é menor apenas do a quantidade de profissionais que escolheram Goiás (48), Ceará (42), Bahia (35), Pernambuco (33), Minas Gerais (32) e São Paulo (27). Se for vista apenas a região Nordeste, a Paraíba aparece na quarta colocação.

A confirmação por parte desse grupo de 400 brasileiros não significa necessariamente que eles irão de fato trabalhar nas cidades para as quais foram designados, já que podem haver desistências.

No sábado (14), treze médicos estrangeiros chegaram a Paraíba. Eles vão atuar pelo 'Mais Médicos' nas cidades de Água Branca, Areia,  Baía da Traição, Cacimba de Dentro, Aguiar, Baraúna, Damião, Gado Bravo, Pedra Lavrada, Picuí, Santana de Mangueira, Serra Grande e Taperoá. O trabalho deles será restrito ao atendimento nas unidades do Programa de Saúde da Família (PSF).  

No começo de setembro profissionais formados no Brasil começaram a atuar em 26 cidades do estado. Na primeira fase a cidade que recebeu mais médicos foi a capital João Pessoa, com 20.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Histórias de carinho: abraço caloroso de mãe salva a vida de filho recém-nascido !!!

Um fenômeno surpreendente chamado “mãe canguru” trouxe o filho recém-nascido de Kate Ogg de volta à vida. Uma história de amor, carinho e, sobretudo, do grandioso poder da maternidade.

A medicina moderna, com todos os avanços e tecnologias, muitas vezes faz maravilhas pelo paciente. No entanto, Kate Ogg, uma mãe australiana de 29 anos, agora sabe que o verdadeiro milagre pode vir de um simples toque de carinho materno.

A vida de Kate se iluminou e ganhou mais sentido no momento em que descobriu que estava grávida de gêmeos, concebidos por meio de um difícil processo de fertilização in vitro. A gestação estava indo parcialmente bem quando, após 27 semanas, as contrações se intensificaram e ela foi levada imediatamente ao hospital.

Após o parto, que contou com uma equipe de 14 médicos e enfermeiras, Kate percebeu que nem tudo havia ocorrido como o previsto. Logo, o médico veio dar uma triste notícia; a que as mães mais temem: um de seus filhos prematuros, Jamie, não havia sobrevivido após 20 minutos de tentativas para reanimá-lo.

Kate ficou “sem chão” e, para dar adeus a seu bebê, o abraçou pele a pele e o acariciou. Com duas horas de muito amor e carinho materno, algo extraordinário aconteceu na vida de mãe e filho: Jamie, surpreendentemente, começou a se mexer e dar alguns sinais de vida.

Mesmo com o médico dizendo que os pequenos suspiros de ar eram apenas reflexos, Kate e o marido David sabiam que um milagre estava acontecendo ali, naquele momento. Eufórica, deu ao bebê um pouco de leite materno na ponta dos dedos e ele prontamente aceitou. Pouco depois, o recém-nascido abriu os olhos, estendeu a mãozinha e agarrou o dedo da mãe. Depois desse gesto, não havia mais dúvidas de que o pequeno Jamie estava vivo!

Hoje, completamente feliz ao lado do marido e de seus dois filhos - Jamie e Emlly -, Kate dá o seu depoimento sobre a importância dos cuidados pele a pele em bebês doentes e prematuros. O método “mãe canguru” - em homenagem à maneira como as fêmeas dos cangurus guardam seus filhotes na bolsa pertinho de seus corpos - permite que a mãe atue como uma “incubadora” humana, que mantém os bebês seguros, estimulados, quentes e alimentados.

David, o papai orgulhoso, disse em uma entrevista ao programa “Today Tonight”, da TV australiana, que a família agora estava completa e que Kate é a única responsável para a felicidade que estavam sentindo: "felizmente eu tenho uma esposa muito forte, muito inteligente. Ela instintivamente fez o que fez. Se ela não tivesse feito isso, Jamie provavelmente não estaria aqui”.

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Apesar de suspeita da PF, ministério mantém o número 2 da pasta no cargo !!!

O Ministério do Trabalho decidiu manter no cargo o número 2 da pasta, Paulo Pinto, investigado pela Polícia Federal por suspeita de participação num esquema de desvio de recursos públicos.

Em nota divulgada no início desta segunda-feira (9), o ministério não só reiterou que o secretário-executivo "prestou depoimento e retornou às suas atividades" como anunciou a exoneração de dois funcionários também investigados pela PF dos cargos de confiança que ocupavam na pasta.

A PF deflagrou nesta segunda a operação Esopo para apurar esquema de fraude em licitação, superfaturamento de contratos e desvios de recursos públicos que pode ter movimentado cerca de R$ 400 milhões nos últimos cinco anos, segundo os investigadores.

O secretário-executivo do Ministério do Trabalho é um dos alvos da operação. Na manhã desta segunda, o secretário-executivo foi prestar depoimento na Superintendência da PF em Brasília dirigindo o próprio carro. Em seguida, foi trabalhar normalmente na sede do ministério.

O Palácio do Planalto havia decidido pelo afastamento temporário de Paulo Pinto até o fim das investigações. No entanto, no início da noite desta segunda, a suspensão do número 2 do ministério foi revertida.

Folha apurou que houve pressão de setores do PDT pela permanência de Paulo Pinto.

Ele reassumiu o cargo de número 2 do ministério em abril deste ano. Paulo Pinto entrou no ministério em 2007 como assessor especial do então ministro Carlos Lupi, de quem é braço direito. Em junho de 2010, foi nomeado secretário-executivo, cargo que ocupou até maio do ano passado, quando o grupo de Lupi, que perdeu o cargo por suspeitas de irregularidades, deixou o comando da pasta.

Segundo a assessoria do ministério, o funcionário Anderson Brito, lotado no gabinete do ministro, foi demitido e o servidor de carreira Geraldo Reisenbeck perdeu o cargo de diretor de contratos e convênios. Segundo a polícia, Brito está foragido e Reisenbeck, preso.
Nesta segunda, o Ministério do Trabalho também informou que pediu informações sobre a investigação da PF e que vai suspender convênios

VEJA A ÍNTEGRA DA NOTA

NOTA OPERACAO ESOPO

Considerando as informações relacionadas à "Operação Esopo", da Policia Federal, o Ministério do Trabalho e Emprego esclarece que:

1- Tendo em vista que o processo tramita em caráter sigiloso, foi encaminhado ao diretor geral da Policia Federal ofício solicitando informações a cerca das investigações referentes à operação, objetivando a instrução da competente apuração disciplinar. Foi enviado Aviso ao Advogado Geral da União, solicitando o acompanhamento pelos respectivos órgãos de representação judicial nos estados;

2- Em relação aos funcionários envolvidos na operação, foram exonerados dos cargos comissionados que ocupavam e será determinada a abertura de Processos Administrativos Disciplinares para apurar os fatos no âmbito do MTE;

3- Quanto ao secretário-executivo, o mesmo prestou depoimento e retornou às suas atividades no Ministério;

4- Não há convênio vigente celebrado diretamente entre o MTE e a entidade investigada. Quantos aos demais convênios citados na investigação, celebrados com municípios e estados, serão suspensos.

101 MANDATOS
Dos 25 mandados de prisão temporária, 22 foram cumpridos na manhã desta segunda-feira. Das 12 "conduções coercitivas" para depoimento, 11 foram efetivadas, incluindo a de Paulo Pinto. A Justiça expediu 44 mandados de busca e apreensão e 20 de sequestro de valores e bens. Ao todo foram 101 mandados.

A Justiça autorizou ações no Ministério do Trabalho em Brasília, na sede do governo estadual em Belo Horizonte e em várias prefeituras no interior de Minas Gerais.

Uma empresa de Simone Vasconcelos --ex-braço direito de Marcos Valério-- é suspeita de fornecer notas fiscais frias para o esquema: o IMDC (Instituto Mundial do Desenvolvimento e da Cidadania) é uma organização da sociedade civil de interesse público (Oscip). Foram apreendidos na casa do presidente da instituição, Deivson Vidal, carros, dinheiro, joias e até um helicóptero.

FÁBULAS
Esopo foi um escritor da Grécia antiga a quem é atribuída a autoria de inúmeras fábulas famosas. Entre as histórias estão "A Cigarra e a Formiga" e "A lebre e a tartaruga".

DOCUMENTÁRIO EM DONA INÊS-PB, SOBRE ''CHICO NETO" !!!

 Chico Neto
(Facebook)

Em contato com o cantor e compositor paraibano da cidade de Dona Inês, (Chico Neto), o mesmo mim informou que de hoje (09) até quinta (12) estará em Dona Inês uma equipe de produção de João Pessoa gravando um documentário sobre sua infância, fazendo imagens e entrevista com pessoas da velha guarda donainesense e de sua geração.

O mesmo estará na Paraíba em janeiro de 2014, onde fará shows, rádios e tvs. E que fará um show em João Pessoa, onde será a gravação de um DVD, e que o documentário feito em Dona Inês será inserido em seu DVD. (Palavras de Chico, PESSOAS DA VELHA GUARDA VÃO FALAR, E MINHA GERAÇÃO, IMAGEM VIVAS DA NOSSA CIDADE). Ele também informou que tocará em Dona Inês na ultima noite da Festa de São Sebastião.

Chico neto reside hoje na cidade de Osasco-SP, onde é professor da Orquestra de Violões da Terceira Idade (SAPS-CATI) e Chefe de Seção da Prefeitura Municipal de Osasco.

Contatos: 
Tel:.(11) 9-9256-1065
E-MAIL:.chiconetopb@gmail.com

SETE

sábado, 7 de setembro de 2013

Independência do Brasil !!!

SETE DE SETEMBRO :
 Independência ou Morte do pintor paraibano Pedro Américo
(óleo sobre tela de 1888)


 Bandeira do Império do Brasil
(durante o primeiro reinado)


 Moeda de 1000 réis de 1922
(comemorando a independência)

Denomina-se Independência do Brasil o processo que culminou com a emancipação política do território brasileiro do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves (1815-1822), no início do século XIX, e a instituição do Império do Brasil (1822-1889), no mesmo ano. Oficialmente, a data comemorada é a de 7 de setembro de 18822, em que ocorreu o chamado "Grito do Ipiranga". De acordo com a historiografia clássica do país, nesta data, às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo), o Príncipe Regente do Brasil, então D. Pedro de Alcântara de Bragança (futuro imperador Dom Pedro I do Brasil), terá bradado perante a sua comitiva: "Independência ou Morte!". Determinados aspectos dessa versão, no entanto, são contestados por alguns historiadores em nossos dias.
A moderna historiografia em história do Brasil remete o início do processo de independência à transferência da corte portuguesa para o Brasil, no contexto da Guerra Peninsular, a partir de 1808.
Transferência da corte portuguesa para o Brasil (1807-1821)
A partir de 15 de julho de 1799, o Príncipe do Brasil D. João Maria de Bragança, tornou-se príncipe-regente de Portugal, pois sua mãe, a rainha D.Maria I, foi declarada louca pelos médicos. Os acontecimentos na Europa, onde Napoleão Bonaparte se afirmava, sucederam-se com velocidade crescente.
Desde 1801 que se considerava a ideia da transferência da corte portuguesa para o Brasil. As facções no governo português, entretanto, se dividiam:
  • a facção anglófila, partidária de uma política de preservação do Império Colonial Português e do próprio Reino, através do mar, apoiados na antiga aliança Luo-Britânica; e
  • a facção francófila, que considerava que a neutralidade só poderia ser obtida através de uma política de aproximação com a França.
Ambas eram apoiadas pelas lojas maçônicas quer de origem britânica, quer de origem francesa. Considere-se ainda que as ideias iluministas francesas circulavam clandestinamente em livros, cada vez mais abundantes.
A decretação do Bloqueio Continental em Berlim (1806) tornou mais difícil a neutralidade Portuguesa. Em 1807, o Tratado de Fontainebleua dividiu arbitrariamente Portugal em três reinos. Desde Outubro desse ano, Jean-Andoche Junot, antigo embaixador francês em Lisboa, preparava-se para invadir Portugal. Foi nesse contexto que D. João pactuou com a Grã-Bretanha a transferência do governo para o Rio de Janeiro, sob a proteção dos últimos.
Com a invasão francesa de Portugal em progresso, a 29 de novembro de 1807 iniciou-se a viagem da Família Real e da Corte Portuguesa. Dezoito navios de guerra portugueses e treze britânicos escoltaram mais de vinte e cinco navios mercantes de Lisboa até à costa do Brasil. A bordo seguiam mais de quinze mil portugueses. O Reino ficava a ser governado por uma Junta de Regência que Junot logo dissolveu.
Com a presença da Família Real Portuguesa no Brasil a partir de 1808, registrou-se o que alguns historiadores brasileiros denominam de "inversão metropolitana", ou seja, o aparelho de Estado Português passou a operar a partir do Brasil, que desse modo deixou de ser uma "colônia" e assumiu efetivamente as funções de metrópole.

Porque Barbosa não é mais o menino pobre, nem vai mudar o Brasil ?

barb06
Paulo Nogueira, em seu Diário do Centro do Mundo, traça um diagnóstico demolidor sobre o porquê de, com todo esforço da mídia a promovê-lo, o Ministro Joaquim Barbosa não se tornou um “herói do povo”. Ao que ele descreve, apenas uma coisa tenho a acrescentar: o menino pobre perdeu- se é que o teve tão forte – o amor pelas suas origens e atribuiu exclusivamente a si o sucesso que obteve.
Nenhum de nós tem esse poder. Somos todos frutos de circunstâncias, de oportunidades e, quando as minimizamos e passamos ver apenas em nossas pretensas virtudes a razão de nossa eventual ascensão, tornamo-nos mesquinhos e doentiamente vaidosos.
Joaquim Barbosa, por quem todos um dia nutrimos a simpatia natural em ver um de nossos irmãos negros ascender à mais alta Corte do país, embebeu-se do mesmo espírito excludente que impediu negros, pobres e nordestinos, tantas vezes, de terem a mesma oportunidade: o considerar-se superior aos demais, raiz e fonte do elitismo.
A generosidade  é própria dos homens grandes, dos quais um dos maiores, gigante mesmo, agora está lutando contra a morte: Nelson Mandela. Um quarto de século enjaulado, uma sociedade racista pior, muito pior do que o racismo sobrevive hoje aqui, a morte brutal de amigos e companheiros, nada disso o tornou um homem transtornado pelo ódio.
Apenas humanidade, a força que o manteve vivo e ainda o mantém e, quando for a hora, ainda assim o manterá na memória histórica.
É por isso, essencialmente por isso, que Joaquim Barbosa derrotou a si mesmo.

Onde Joaquim Barbosa fracassou

Paulo Nogueira
E eis que o caso do Mensalão chega a seu clímax. De todos os personagens da trama, o mais extraordinário é, por razões óbvias, Joaquim Barbosa.
Com seu jeito bruto e tosco, com suas palavras duras e inclementes contra os réus, ele rapidamente se converteu num heroi do 1% — o diminuto grupo de privilegiados que tem sua voz nas grandes empresas de mídia.
O maior esforço das empresas de mídia, em relação a JB, foi tentar convencer as pessoas de que elas genuinamente admiravam o “menino pobre que mudou o Brasil”. Ou, numa expressão, o “homem justo”.
Não foram bem sucedidas nisso: a sensação que ficou, com o correr dos dias, é que aquela admiração é fingida. Joaquim Barbosa foi e é conveniente para o 1%, mas as informações que foram surgindo sobre ele tornam difícil qualquer tipo de admiração que não seja simulada.
Fora da fantasia do “homem justo”, não é fácil admirá-lo na vida real. JB não tem notório saber, não se expressa com charme e clareza, não escreveu livros ou artigos dignos de nota.
Também não é fácil admirar um alpinista profissional que é capaz de abordar – aborrecer, na verdade — alguém num aeroporto para tentar cavar uma promoção.
E nem parece digno de aplausos quem, numa entrevista, cita um episódio ocorrido há quase quarenta anos – a reprovação no Itamaraty — com a raiva desagradável que temos de alguma coisa ocorrida há dias.
O 1% triunfou no uso de Joaquim Barbosa para que defendesse seus interesses no julgamento do mensalão. Ele se revelou excepcionalmente suscetível à adulação da mídia. Ninguém parece ter acreditado tanto na admiração da mídia por JB quanto o próprio JB.
O fracasso do 1% foi na tentativa de fazer de JB um “heroi do povo”, alguém capaz de conquistar a presidência da república nas urnas e zelar pela manutenção de seus privilégios com o uniforme de “menino pobre”.
Este fracasso se deu, em grande parte, por força da internet. Nos sites independentes, as informações sobre o real Joaquim Barbosa permitiram compor um perfil bem diferente daquele difundido pelas companhias jornalísticas.
A relação promíscua com a mídia (notadamente com a Globo, que deu emprego a seu filho não por filantropia, naturalmente), o apartamento comprado em Miami com o uso de uma pequena trapaça para evitar impostos – coisas assim acabaram desconstruindo o perfil montado por jornais e revistas, ao se tornarem públicas pela internet.
Nas pesquisas presidenciais, seu nome aparece com números acachapantemente baixos e decepcionantes para quem tem sido tão promovido.
Se Joaquim Barbosa estivesse nos corações e nas mentes dos chamados 99%, ele estaria brilhando nas pesquisas. Seria um contendor poderoso para 2014, na pele do “homem que acabou com a corrupção”.
Mas não.
Por mais que a mídia tenha se esforçado para fazer de JB um “heroi do povo”, ele já é amplamente reconhecido como um representante daquele grupo predador que fez do Brasil um recordista mundial em desigualdade – o 1%.
Por: Fernando Brito